sexta-feira, 19 de maio de 2017

Resenha: Rei Arthur – A Lenda da Espada

Olá pessoas!
Em minha última resenha (andei lendo que Logan deve retornar as telonas para exibições especiais, fiquem atentos quem ainda não assistiu), eu comentei que estou sendo seletivo com o que vou assistir no cinema devido a quantidade de filmes interessantes que serão lançados este ano. Neste meio tempo houve a estreia de dois filmes que acabei não assistindo: A Vigilante do Amanhã (Ghost in the Shell) e Guardiões da Galáxia Volume 2 (o primeiro devido as poucas salas e o curto tempo de exibição; e o segundo por escolha, pois estou evitando filmes 3D sempre que possível, um mal dos grandes lançamentos). Entretanto, após um tempo sem ver um filme nas telonas, uma súbita vontade me acometeu e ontem acabei me dirigindo ao cinema mais próximo para ver qualquer coisa. E eis que acabei assistindo Rei Arthur – A Lenda da Espada.

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Ryuutama: Caravana Grandier - Diário 01

Olá pessoas!
Ultimamente eu ando bem ocupado no meio RPGístico, ainda mais agora que estou participando ativamente do Mundos Colidem, onde, além de postar matérias lá quinzenalmente, venho contribuindo com outros projetos. Um deles é a Terças de RPG, onde semanalmente, aqui em Natal/RN, disponibilizamos mesas de RPG no modelo de oneshot para que qualquer pessoa que queira testar um sistema ou apenas jogar possa vir e se divertir. Mês passado eu participei narrando uma aventura especial de Ryuutama, e nesta semana narrei uma aventura de fantasia medieval usando um novo sistema que ainda estou desenvolvendo (isso mesmo, já não basta eu ter o Tio20 e agora estou criando outro sistema!). Aguardem novidades sobre estas aventuras em breve.

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Megaman X para Savage Worlds: Parte I

Olá pessoas!
Desde que conheci o Savage Worlds sempre quis jogar ou narrar algo nele. Até tive algumas poucas oportunidades de fazê-lo, mas sempre durava apenas uma ou duas sessões. Eu sei, minha sorte com este sistema é triste. O mais curioso é que eu sou naturalmente azarado com dados, o que torna meu desejo de jogar com um sistema baseado em aleatoriedade no mínimo curioso. Mas sabe como é, eu venho me aprofundando em designer de jogos, é natural querer testar tudo aquilo que me chama a atenção. Um dos jogos que tentei narrar usando o sistema foi uma campanha de Megaman X, que falhou miseravelmente logo após sua primeira sessão (aquela foi uma época sombria para jogos no nosso grupo, não foi culpa do sistema). Evidentemente que, para narrar um jogo de Megaman X, eu precisaria adaptar o Savage para jogarmos com os protagonistas da série: os reploids. E foi isso que eu fiz.

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Ryuutama: Caravana Grandier - Introdução

Olá pessoas!
Lá em 2015 eu postei aqui uma resenha falando sobre um dos meus RPGs favoritos: Ryuutama. Nela eu apresentei o jogo e resumi suas principais e diferentes mecânicas. Caso você não tenha a lido ou não se lembre do que falei, sugiro parar a leitura aqui e ler a postagem anterior a fim de se inteirar sobre o assunto. Já leu? Pois bem, eu então consegui convencer meu grupo a jogar uma campanha de Ryuutama (com ajuda dos amigos Joka e Leish, lá do Mundos Colidem), e é o que viemos fazendo nas últimas semanas. Hoje falarei sobre como foi o processo antes do jogo, envolvendo a sua concepção, a criação das personagens e meus comentários sobre o sistema. Deixarei a apresentação formal das personagens e das sessões para uma próxima postagem.

sexta-feira, 24 de março de 2017

Tate no Yuusha no Nariagari

Olá pessoas!
Quem acompanha o meu blog sabe que entre 2015 e 2016 eu meio que dei uma sumida (só ver o histórico de postagens). Foram anos interessantes para mim, pois eu narrei menos do que o de costume, mas joguei e li muita coisa (inclusive foi quando me aprofundei mais na criação do Tio20 RPG). Entre as coisas que passei a ler, descobri um novo tipo de leitura que me agradou bastante: as Light Novel. Para quem não conhece, eu falei um pouco sobre light novel (ou apenas LN) nesta postagem. Dentre as que cheguei a ler, uma me chamou bastante a atenção. Estou falando de Tate no Yuusha no Nariagari, ou também conhecida como The Rising of the Shield Hero (traduzindo ficaria algo como “A Ascensão do Herói do Escudo”).

sexta-feira, 17 de março de 2017

O bom, o velho e o novo D&D

Olá pessoas!
Hoje o assunto será polêmico (ou não). É natural, quando estamos lidando com algo que é mundialmente conhecido, que o assunto atraia a atenção de pessoas que defendem aquilo que gostam com unhas e dentes, muitas vezes ignorando o conteúdo apresentado. Este é um hábito mais comum do que você possa imaginar no nosso hobby, e isso para não falar da famosa guerra de edições onde, anos após ano, pessoas gastam energia e saliva (e muitas vezes as pontas dos dedos) discutindo qual é a melhor edição do seu RPG favorito. Então, caro leitor, caso você se encaixe numa das categorias acima apresentadas (e descobriremos isso como possíveis comentários inflamados), eu abro dizendo as seguintes palavras: eu não curto D&D.

sábado, 11 de março de 2017

Resenha: Logan

Olá pessoas!
Mais um dia, mais uma postagem. Para este ano de 2017 eu ando bem seletivo com o que vou assistir no cinema. O motivo: filmes demais. Sim, tem tanto filme interessante neste ano que não dá para sair gastando grana a torto e a direito. A população nerd mundial deve estar em êxtase com tamanha fartura cinematográfica (pelo menos eu estou). A coisa está de um jeito que até estou evitando assistir trailers, porque nos últimos anos eles me criaram muita expectativa errada (ah Vingadores 2... Capitão América 3... Batman vs Superman). E foi isso que eu fiz com Logan.

sexta-feira, 3 de março de 2017

Inspire-se: Sobrevivência 2

Olá pessoas!
É chegado 2017 e quantos séculos faz que falei de games por aqui? Alguns anos, na verdade. A fim de reviver um pouco o tema para vocês e trazer uma postagem mais interativa e inspiradora para nossos jogos de cada dia, hoje vos trago alguns trailers de jogos que espero ser grandes lançamentos para este ano (já lançados, inclusive). E o tema de hoje é sobrevivência, algo que já falei aqui na série "Inspire-se".

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

RWBY e Monty Oum

Olá pessoas!
Tudo começou muitos anos atrás quando eu estava procurando por vídeos legais no Youtube, logo após finalmente ter uma internet banda larga em casa. Eis que, procurando aleatoriamente vídeos sobre Final Fantasy, sou apresentado a uma animação que explodiu a minha cabeça. Estou falando de Dead Fantasy, criado pelo genial Monty Oum. Caso você ainda não conheça, Dead Fantasy é uma série de animações que reúne personagens femininas das franquias Dead or Alive e Final Fantasy em lutas épicas inspiradas em Animes e filmes como Matrix. Se você é fã de cenas de ação épicas e não tem preconceito com fanservice, pare de ler agora e vá assistir todos os seis vídeos publicados!